Ministra da Agricultura garantiu investimento na cadeia produtiva para fortalecer o desenvolvimento genético e controle da doença

Ministério da Agricultura lançou nesta quarta, 5,  a Unidade Mista de Pesquisa e Inovação (Umipi-Cacau), em Ilhéus, na Bahia. O objetivo é recuperar o mercado perdido nas últimas décadas por conta da vassoura de bruxa, uma vez que o Brasil  já foi o maior produtor de cacau do mundo, mas hoje ocupa a sétima colocação.

A parceria entre a Embrapa e a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) vai trabalhar em pesquisas para o desenvolvimento da cultura que hoje reúne mais de 70 mil produtores no país. A ministra Tereza Cristina garantiu um investimento inicial de R$ 4,7 milhões para a entidade, que fortalecerá o desenvolvimento genético e controle de doenças e mais R$ 15 milhões em parcerias com a iniciativa privada nos próximos dois anos.

“O Brasil produz muito cacau, mas também consome muito cacau. Nossa produção de cacau hoje é insuficiente para atender a demanda do nosso mercado interno. Nossa meta é buscar a autossuficiência até 2025. Para atingir essa meta, vamos trabalhar com todos os elos da cadeia produtiva para aumentar a produção. Somente com a união de esforços de toda a cadeia produtiva e o uso intensivo de tecnologia conseguiremos ampliar nossas ações e otimizar o uso de recursos humanos disponíveis”, disse.

Clique na imagem e assista o vídeo completo na integra:

 

Fonte: Canal Rural